Coloridinhas

             

04 dezembro 2012

[Cinema] Musicais apaixonantes ♥

Adoro musicais! Algumas pessoas, ao lerem essa frase, vão torcer o nariz, eu sei. Musicais costumam ser lentos e as músicas podem ser vistas como partes que estão apenas atrasando a história.
Mas, tenho meus motivos pra gostar deles, e para aqueles que não gostam:
Por favor, abram seus corações ao lerem esse post e tentem não se apegar tanto à ideia de que já não gostam de musicais. Pensem que estão sendo apresentados a um estilo totalmente novo de filme. Meio difícil, eu sei... hahaha. Se vocês abrirem o coração, já fico feliz. :P

Para falar sobre o assunto, vou indicar três musicais que são lindos e maravilhosos e que contém todos os pontos que citarei. Tenho dois deles, que vocês verão nas fotos. E para mostrar o último, usei fotos de divulgação do filme.
O Fantasma da Ópera (2004) e Moulin Rouge (2001)
Vamos começar do básico: para um musical ser bom, as músicas devem ser boas. Isso é pessoal, claro. Vai de pessoa pra pessoa. Mas, não é só de música que são feitos os musicais que escolhi para mostrar pra vocês.
Para mim, os pontos principais em um musical são: música, figurino, dança, interpretação, "clima" e iluminação/fotografia.
Chicago (2004)
Os musicais têm várias "pausas" em que a história deixa de ser contada de forma convencional e passa a ser musicada. Como se trata de um filme, não dá pra deixar a música rolando e uma tela sem nada. E também não se trata de imagens aleatórias. Por isso imagino que produzir um musical deva ser um desafio e tanto. Cada parte da cena musicada tem um significado diferente, tem uma pretensão diferente. Passar uma sensação... entusiasmo, frustração, mistério, tristeza, sedução, amor, introspecção, revolta.. o que é difícil quando se quer atingir um público que não necessariamente está familiarizado com esses recursos de expressão. A cena toda deve ser muito bem pensada, para atingir seus objetivos.

Portanto, toda vez que uma cena musical começar, tenta prestar atenção na marcação dos personagens, no que cada um deles canta, nas expressões faciais, corporais, na iluminação. Tudo isso nos conta também a história do filme. Ignorar essas cenas é perder grande parte dessa mágica e grande parte do filme em si.

Vamos às indicações. Começando pelo que imagino ser o mais queridinho entre os três:
Moulin Rouge (2001) é um filme apaixonante. Acredito que muitos de vocês já tenham assistido e chorado horrores, e se emocionado, e se deliciado com as músicas super legais e devem também ter prestado muita atenção no figurino e nas danças, e na linda Nicole Kidman e no Ewan McGregor maravilhoso.

Conta a história de um escritor e poeta, o Christian, que vai para Montmarte, em Paris, para tentar desenvolver sua carreira. Lá, no Moulin Rouge - teatro que existe até hoje e que no momento inicial do filme é um bordel e uma casa de shows - Christian conhece a Satine, uma cortesã, por um acaso do destino. Eles se apaixonam, mas ela é a cortesã mais mais incrível da casa de shows. E daí tem todo aquele drama de "eu te amo, mas a gente não pode ficar junto", e "não posso me apaixonar por ninguém, pois sou uma cortesã", ou ainda, "não me importo com nada disso, contanto que eu saiba do seu amor por mim". E por aí vai. Mas, como não se trata só do casal, ainda tem mais coisas complicadas envolvidas. O dono do estabelecimento, o duque, que também se apaixona por ela, que tem muito dinheiro e é o investidor do lugar... os amigos boêmios do Christian, e os conflitos internos de cada um. E um detalhe que não vou contar, é o centro mesmo da história, que deixa tudo mais melodramático e faz a gente se derreter enquanto assiste.
Moulin Rouge ganhou dois Oscars: Melhores Figurino e Direção de arte. Bem merecidíssimos!
O Fantasma da Ópera (2004), é lindo. É até um pouco arriscado recomendá-lo assim.. pois é um estilo musical não tão tocado por aí pelas mídias. O canto é mais lírico. O Gerard Butler faz parte do elenco e é quase irreconhecível por usar uma máscara que cobre metade do seu rosto. Mas, como sempre está maravilhoso.. :)

O filme é uma adaptação do romance de mesmo título do escritor Gaston Leroux. Conta a história do Fantasma que mora em um enorme teatro e é um gênio da Ópera. Escreve as canções, cria o desenho do palco, os figurinos, mas não aparece de fato. Uma menina jovem, Christine Daae, é a paixão do fantasma, que a chama de anjo da música. Porém, essa jovem se apaixona por Raoul, um gatinho manhoso que frequenta o teatro. O fantasma morre de ciúme e o filme gira em torno desse triângulo amoroso, do mistério sobre o fantasma e suas produções, das tragédias que acontecem no teatro, atribuídas à ira do fantasma, dos próprios donos do lugar, que se submetem às regras impostas do além.
É um filme acima de tudo muito bonito de se ver e ouvir. Adoro as músicas e acho lindo ver o conflito entre os personagens e as relações que a galera estabelece.
O Fantasma da Ópera foi indicado a três Oscars. Mas, não ganhou nenhum.. :(
Esse é um filme mega incrível. Falo da produção visual mesmo. Figurino, fotografia, dança. É uma arte. A história dele é diferente dos outros. Não se trata de um romance meloso, mas de assassinatos que levaram duas mulheres à fama. Pois é. Velma já é cantora e dançarina e faz sucesso em seu meio. Roxie, uma menina graciosa e inocente, quer ser cantora. As duas assassinaram seus parceiros (em momentos da vida diferentes) e Billy, o advogado e empresário delas, tenta tirar o máximo de proveito da situação, tentando manter os casos nas manchetes do jornal e atrair os olhares e empatia da população. E as duas mulheres, disputam pela fama e vão se relacionando de uma forma interessante. Não falo mais. Assistam! :D
Merecidamente, Chicago foi ganhador de seis Oscars e indicado a treze. Ganhou: melhor edição, melhor fotografia, trilha sonora, atriz coadjuvante, direção de arte e figurino.

Então, a mensagem que fica é: preste mais atenção aos musicais. Entenda as cenas musicadas como formas de contar a história também. Não se feche para a forma convencional de diálogos e cenas conectas, em que a sucessão dos fatos é mais fácil de ser captada. Dê uma chance a esses três musicais e tente ver como um espetáculo mesmo, tente ler as coreografias e os recursos de comunicação usados nas cenas. Tente ir além do que está óbvio na construção da cena. Preste atenção ao clima da música e à coreografia, à interpretação corporal mesmo dos atores, durante a cena.

É uma delícia. Coração aberto, tá? Promete?
Quem já tem o coração aberto, assista aos filmes e fiquem tão apaixonados quanto eu.. ♥

20 comentários:

  1. Amo musicais, e realmente algumas pessoas ABOMINAM. Adorei! Ah, tem um selinho pra você lá no blog. Passa lá!

    a-vida-como-ela-nao-e.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Os meus preferidos são: Mamma Mia! e Across the Universe (amo), já assistiu esses?
    Agora fiquei com vontade de assistir Chicago, deve ser bom mesmo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Bih!
    Eu nem preciso abrir meu coração para musicais, já sou rendido inteiro (ficou estranho essa ultima parte =/). Moulin Rouge já assisti várias vezes e até convenci uma pessoa a comprar e hoje ela adora. E já assisti em francês e é bem mais romântico, sem contar nas musicas. Lindaaas.

    Chicago também já vi e um outro bem parecido é Burlesque. O Fantasma da Ópera, acredite, não assisti ainda. Sempre planejo, mas me esqueço depois. hahsa'

    Beijos! =*

    ResponderExcluir
  4. Eu fico total no meio termo quando se trata de musicais haha Eu entendo que pode ser cansativo num geral, mas acho fantásticos esses três que citou. Quando vi Moulin Rouge até me arrependi de ter demorado tanto pra assistir, é lindíssimo.

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Oi Bi,
    Há quanto tempo, né?
    Amei alguns musicais, mas o meu preferido disparado é "Hair".
    Vamos ver qualquer dia desses?
    Beijocas, Moin.

    ResponderExcluir
  6. Amo musicais! Mas eu sou suspeita, ne... Sou bailarina! Já dancei em musicais inclusive. Uma delícia!!!

    ResponderExcluir
  7. Desses todos, só vi (e amo) O Fantasma da Ópera. <3 Uma amiga minha é doente por Chicago e eu tô doida pra ver faz tempo, e tenho preconceitinho com Moulin Rouge por não ser muito fã da Nicole Kidman :P mas acho que vou ter que dar o braço a torcer, haha.
    Eu gosto muito de Sweeney Todd e Mamma Mia! E deve ter mais que eu não tô lembrando no momento... mas esses são os mais marcantes pra mim :)

    ResponderExcluir
  8. Eu gosto muito de Moulin Rouge. destes eu só não assisti O Fantasma da Opera.

    ResponderExcluir
  9. Bibi, você tem o Chicago ou o Cats pra me emprestar? To atrás faz tempo *-* sobre Moulin Rouge ou Fantasma da Opera eu não vou falar absolutamente nada porque nós duas sabemos que não é necessário :) beijinhos da Lu!

    ResponderExcluir
  10. Bianca, musicais ou se ama ou odeia. Eu amo, meu marido odeia. Então qdo quero assistir vou atrás das amigas,rsrss, as cças tbém são compania, assistiram comigo A Noviça Rebelde (bravamente) pois queria leva-los ao teatro na época e achei melhor prepara-los.rsrsr.Mas aprovada sua seleção e mesmo pra quem já viu sempre é bom repetir.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Amo Chicago! Eu tenho uma "minimíssima" coleção de dvd's, mas Chicago está entre eles =]
    Acredita que nunca assisti Moulin Rouge nem o Fantasma da Ópera? Preciso mudar isso urgentemente! rs
    Beijo!

    ResponderExcluir
  12. Gente, como assim alguém acha musical parado?? Tá, entendo. Alguns realmente são bem devagar, mas a música alegra sempre!!!
    Já deu pra perceber que sou apaixonada por musicais. Não assista Moulin Rouge perto de mim, vou cantar todas as músicas!!! Chicago também é ótimo!! Minha irmã assistiu o musical mesmo na broadway e se apaixonou pelo filme :) Fantasma da Ópera confesso que só assisti uma vez, assim que lançou e eu dormi (olha só eu me contradizendo ¬¬), mas é pq eu tava com sonoo, não pq o filme é ruim. Só sei que eu assisti ao musical mesmo em Londres e AMEEEI!! <33
    Dos mais novos eu amei Rock of Ages (MUITO bom) e Burlesque. Estou louca pra estrear Os Miseráveis.
    Quanto a musical no teatro, assisti "Fantasma do Ópera" e "We will rock you". Preciso nem falar que amei os dois, mas me arrependo de não ter visto mais, principalmente "Os Miseráveis" e "Wicked", que eu até já li o livro :)
    Ai, fiz outro post aqui, hahaha. Deveríamos combinar um encontrinho musical, que tal?? ^_^
    Beijo, bee-a!!!

    ResponderExcluir
  13. EU AMO MUSICAIS. Destes 3, vi todos. Mas não gostei de Chicago. Achei, realmente, que o filme pecou demais. A peça (original) claro ficaria diferente, mas eu acredito que a escolha dos atores não foi boa. Se esforçaram muito, mas talvez outros fizessem melhor. Não sei...

    Agora, Moulin Rouge, este faz a gente se derreter mesmo! Nossa, eu já vi este bendito filme umas 500 vezes... rs! Nunca me canso. Tenho o CD das músicas, as vezes escuto e fico cantarolando o tango.

    Ótimo post!

    Olha, aproveito pra avisar que vou fazer a galeria do leitor no blog e as fotos podem ser enviadas por e-mail ou para o grupo do flickr. Deixei as regrinhas por lá.
    Beijos,
    Pâmela Rodrigues
    http://listerealize.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. O fastasma da opera é muito bom mesmo *-* acredita que esses dias eu re-vi, porque vira e mexe quando estou fazendo alguma coisa começo a cantarolar a musica do filme, assoviar haha aí me deu saudade e fui assistir.

    ResponderExcluir
  15. também AMO musicais e já assisti esses que você citou, mas o meu preferido sempre sera Dançando na Chuva, simplesmente sou apaixonada por esse musical e foi o primeiro que assisti em minha vida.
    beijos chuchu!

    ResponderExcluir
  16. Desses só assiti Moulin Rouge, cuja parte musical é muitomuitomuitomuito amor. Os medleys são basicamente perfeitos!

    ResponderExcluir
  17. Musicais me fascinam, até mais que alguns filmes de outros gêneros, já que eu fico só esperando os momentos das músicas começarem rsrs, se não me engano o último que vi foi Burlesque, mas sem dúvida Moulin Rouge ainda é um dos meus favoritos.
    Já a minha irmã é uma das que odeiam, acho que nem Moulin Rouge, talvez um dos musicais que são mais lembrados, ela não viu todo... HSM quase enlouqueceu ela kk; e a dica tá anotada, e verei primeiro Richard Gere, quer dizer, Chicago rs,

    abs bee

    ResponderExcluir
  18. Amo musicais, e Moulin Rouge é um dos mais lindos, não canso de ouvir Your Song na versão desse filme *-*
    Nunca assisti Chicago, mas já vou anotar aqui !
    Ah, ta rolando um sorteio de natal lá no meu blog, corre lá:
    http://luizawonderland.blogspot.com.br/2012/12/sorteio-de-natal-tenis-bouts.html

    Beijos, Lu

    ResponderExcluir
  19. Oi, Bí!!! :D
    Qual o nome da fonte que vc usou para fazer os sub-titulos?
    Q lindinha... parece aquelas fitas que, ao apertar a maquininha, se escreve...conhece?

    Bju!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olááá! :)
      Conheço sim! O aparelhinho se chama Dymo! Eu tenho um! ^^
      O nome da fonte é Impact Label! Ela é grátis. Se não me engano você encontra no dafont.com!

      ;**

      Excluir

Hey!
Obrigada pelo comentário!

Tenho sempre o maior prazer de compartilhar informações, idéias.. você é sempre bem vindo!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...