Início Eu :) Recomendo Image Map

quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Bolo de Canela e amêndoas na Caneca

Aeeee! Finalmente chegou a receita desse bolo, depois de fazer um monte de gente passar vontade no instagram (@twobee_) com a foto desse lindo maravilhoso!
A receita foi adaptada de um livro da minha avó! Ela fez num almoço de sábado, eu adorei e pedi pra copiar! Depois de olhar as proporções por um tempo, achei que valia a tentativa de adaptar e levar essa delícia pra caneca no microondas! E não é que ficou bom?
Ingredientes

  • 1 ovo;
  • 5 col. sopa de leite;
  • 3 col. sopa de manteiga derretida;
  • 8 col. sopa de farinha de trigo;
  • 3 col. e meia de sopa de açúcar;
  • ½ col. sopa de canela;
  • Pitadinha-inha-inha de sal;
  • Amêndoas em lascas (opcional);
  • 1 col. chá de fermento químico.
Para fazer, é só colocar todos os ingredientes em uma tigela, na ordem em que aparecem na lista, e bater com um fouet - também conhecido como batedor manual ou batedor de claras. É um item maravilhoso pra quem curte fazer desses bolos de massa menos pesadas.
Quando estiver tudo homogêneo, é só despejar o conteúdo em canecas. No meu caso, a receita rendeu 3 canecas médias. Mas, sempre vai depender do tamanho delas. Coloque a massa apenas até a metade da caneca e leve ao microondas por aproximadamente 1 minuto. No microondas daqui de casa, dá exatamente um minuto, mas dependendo da potência, pode levar mais ou menos tempo. Então, você tem que testar e ver como é melhor pro seu forno.

Caso sobre pouca massa, não recomendo encher alguma caneca além da conta, porque ninguém quer ter que limpar bolo que escorreu no microondas, né? Eu gosto de distribuir em xícaras de chá ou de café. Ficam uma gracinha. Aqui em casa é perfeito, pois minha Moin não é tão fã de doce, mas sempre quer provar as coisas que eu faço. :)
Ele fica super macio e levinho, mesmo depois de frio!
A minha avó recomenda fazer uma calda de açúcar e canela pra jogar por cima e comer quente, com uma bola de sorvete! Bom demais!

Pra quem não curte canela, já postei no blog outras receitas de bolo de caneca. Pra ver é só clicar nos links: 

quarta-feira, 10 de setembro de 2014

Um dia ainda lerei todos aqueles livros

Dia desses, olhando para minha estante de livros, me percebi pensando sobre o quanto quero ler aquele ou esse livro que parece ser muito incrível, ou que alguém muito maravilhoso recomendou, ou que é de um autor que sempre quis ler, ou que é um grande clássico, ou que tem o filme que eu adoro. Mas, assim como deixo no prato pra comer no final a comida de que mais gosto, acabo deixando os livros mais incríveis pra depois. Fico à espera do grande dia aonde vou sentir uma espécie de experiência cósmicamísticatranscedental, o livro vai me olhar e a gente vai sentir uma conexão profunda e vou saber que aquele é o momento certo do nosso encontro.
Cara de "aaaai que emoção esses livros lindooooos"
Acontece que esse momento nunca chega. E eu deixo de experienciar coisas lindas por causa dessa vontade de deixar o melhor pro final.
Mesmo agindo assim, tenho plena consciência de que a vida é agora e de que não vão faltar livros incríveis para serem descobertos até o final da minha vida. Então, resolvi registrar aqui em um post o meu compromisso de ler os livros que se não fosse a limpeza semanal, estariam jogados às traças, tudo porque são TÃO maravilhosos. Dá pra punir algo assim só porque era maravilhoso? Não dá!
Então, a meta é a seguinte: hoje é dia 10/09/2014 e estou me comprometendo por escrito, perante todos vocês, a ler os livros incríveis da minha estante até o mesmo dia e mês no ano que vem. E para não ficar só no mundo das ideias, essa é a lista dos livros que vou incluir nas minhas leituras até a data prevista:
O Conde de Montecristo
A Sangue Frio
A Hora das Bruxas I e II
O Morro dos Ventos Uivantes
Boudica
Agora tenho um desafio pra fazer! Quero que você pense também quais são os livros que está deixando pra depois e que escolha alguns deles para ler dentro do período de um ano, a partir da data que você fez essa reflexão.
E aí me conta quais são e quais você recomenda (mesmo sem ter lido ainda.. hehehe). Sou super curiosa com essas coisas.

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Aconteceu no #DesafioDIY2014 em Agosto

O tema do Desafio DIY de Agosto foi encadernação manual. É uma técnica não muito difícil, a depender da costura. É trabalhosa, um pouco repetitiva, mas também imensamente recompensadora. A delícia de usar um caderno, álbum, diário, costurado por nós mesmos é simplesmente fantástica.

O produto final é muito incrível de verdade. Tanto tanto que é quase impossível não se apaixonar e querer fazer mais um milhão de outros cadernos pra presentear todo mundo!

Olha só que coisas maravilhosas foram produzidas e postadas lá no nosso grupo:
 Lua 
 Naine 
 Susana 
 Beatriz 
 Laís 
 Louise 
Se você também quiser participar do grupo e dos desafios dos próximos meses, clica no link abaixo e solicita sua participação! Todos são muitooo bem vindos! :D

terça-feira, 26 de agosto de 2014

Minha coleção de marcadores de livros - Organizada! :D

Coleciono marcadores de livros há aproximadamente 8 anos. Fazia trocas pelo correio todos os meses e adoraaava. Quando ia a livrarias, sempre ficava de olho nos marcadores novos e vários amigos e familiares já me presentearam com essas lindezas. Já até pedi para editoras me enviarem e recebi envelopes pelo correio de duas! Isso antes de pensar em ter um blog, só pela camaradagem. :) 
Com o tempo, parei de trocar e passei a ser muito criteriosa na hora de pegar aqueles freebies das livrarias. Ultimamente, tenho apenas usado os marcadores para marcar os livros e não invisto tanto na coleção.

Percebi que o excesso de marcadores me desagradava. Era uma quantidade absurda que nunca iria chegar a usar na vida - parei de contar quando passou de 1000. Além disso, todos sabemos que grande parte dos freebies de livrarias não são lá muito bonitos. E eu tinha uma porção deles. Fiz uma limpeza há uns 3 anos, mas foi bem leve. Hoje de manhã resolvi fazer uma revolução!
Essas 4 caixas da foto estavam lotadas de marcadores. Tanto, que era até difícil adicionar algum novo. E quando alguém me trazia algum, nem sabia dizer se já tinha ou não. Tá errado isso, né gente? Para que acumular tanto assim?

Parou de fazer sentido colecionar todos os marcadores do mundo. Quero agora só os lindos! Os outros faziam minha coleção ser maior, mas menos marvilhosa! Hahaha
Ela funcionava assim: Uma caixa grande e transparente para os marcadores comuns e os magnéticos. Duas caixas com os repetidos (para troca) e com os recém ganhados/comprados/achados, que passavam por um exame de qualidade antes de ir pra coleção definitiva. E uma outra caixa (a verde) era pra os marcadores artesanais, mais delicados, que eu não queria prensar entre os outros.
Há um tempo as duas caixas de recém chegados e de repetidos estavam simplesmente a maior bagunça do universo! Cansei dessa desordem toda e resolvi separar todos os que não pretendo usar e os que não são tão lindos. Se eu ficava em dúvida, então tirava da coleção! Assim, sem dó nem piedade. Tá bom.. doeu um pouquinho só, nos casos que fiquei na dúvida. Mas, no fim das contas o sentimento de leveza é tão maior que vale a pena!
Frida <3
Foi um trabalho longo, mas que trouxe de volta meu amor por essa coleção tão especial. No fim das contas, fiquei com duas caixas. Uma para os artesanais (reduzida à metade) e outra para todos o restante. Lindeza da vida, não? :)
Foram embora duas caixas de sapato e mais um pouquinho! E agora tenho que decidir o que fazer com eles, porque me recuso a jogar no lixo essa quantidade imensa de papel de gramatura alta! Devem servir pra alguma coisa.. ideias?

Quero ainda fazer muitas limpezas até o final do ano! E você? O que anda acumulando e que precisa de uma renovada?