Início Eu :) Recomendo Image Map

terça-feira, 28 de outubro de 2014

Paulina, meu maravilhoso deck de tarot

No 6 on 6 de julho deste ano, postei fotos do meu deck de tarot e algumas pessoas ficaram curiosas para ver mais fotos dele, outras pra falar sobre o assunto e algumas até puxaram papo no facebook! Achei super legal! :)

Hoje vim aqui falar um pouquinho mais.
Eu sempre me interessei muito por ocultismo e paganismo, apesar de não me dedicar tanto ao estudo. Não é uma questão de crença ou religião. Simplesmente me interesso pelo assunto e hoje em dia, leio sobre isso sem me preocupar em questionar a todo momento sobre a veracidade do que está escrito.
O meu caso com tarot é bem parecido. Há muito tempo gostava de olhar para as cartas, mesmo sem ter a menor ideia de como se dava o processo todo de tiragem delas. Gostava dos nomes, dos desenhos de muitos decks temáticos, mas nunca me interessei o suficiente pra estudar ou procurar saber mais.

Até que no meio do ano, li o livro "O Circo da Noite", da Erin Mongestern. Não sei dizer até hoje se gostei ou não do livro. Mas, o fato é que nele tem uma personagem que tira tarot, e a todo momento que aparecia uma cena com ela, meus olhinhos brilhavam. A vontade de entender melhor do assunto cresceu. Fui até uma loja daqui de Brasília e conversei com o consultor de tarot de lá. Eu queria entender o motivo de haver tantos baralhos diferentes e entender o que havia em comum ou não, para escolher o meu. Porque o famoso tarot de marselha não me era muito atraente, de forma que não queria me contentar em aprender com ele.

O consultor me explicou que os baralhos são divididos em arcanos maiores e arcanos menores. Os arcanos maiores têm sempre o mesmo nome. E os menores têm os nomes das nossas cartas de baralho comum, e alguns têm diferenças nos componentes da família real. Por exemplo, no meu deck tem pajéns (que seriam os valetes), e outros baralhos possuem cavaleiros, ou outras figuras além do rei e da rainha.
Mas, o que diferencia mesmo um baralho do outro é a interpretação que o criador do baralho deu para aquelas carta e os elementos de que constituem os desenhos. As cartas têm quase sempre o mesmo teor, mas diferenciam-se umas das outras nos detalhes que fazem toda a diferença na interpretação. Inclusive, é importante que o dono do baralho se identifique com os desenhos para que a leitura seja mais acertada.

Para quem quer entender o princípio do tarot, é o seguinte: não se trata essencialmente de uma prática transcendental e mística. Muitas pessoas envolvem o ato de tirar cartas em uma série de rituais. Tudo bem ser assim, já que faz sentido para ela. Mas, os que quiserem utilizar as cartas de outras formas também podem, já que o tarot no começo de tudo, era uma forma de pensar os acontecimentos da vida, o passado, presente e o futuro, de forma lúdica, apenas.

Quem acredita no "poder das cartas" acredita que acontece uma sincronicidade olar, estudantes de Jung entre a vivência da pessoa que escolhe as cartas e as cartas escolhidas em si. E por causa disso aconteceriam as "coincidências" na tiragem. Eu não acredito nem desacredito nessa teoria.
Para mim, o tarot é como uma brincadeira bastante produtiva. Não acredito em um poder de ler o futuro. Inclusive, alguns estudiosos do tarot dizem que se alguém ler o futuro nas cartas, está mentindo. Não tomo partido de nenhum dos lados, apenas sigo da minha forma de pensar a coisa.

Independente de ler o futuro, de as cartas serem escolhidas de acordo com uma sincronicidade ou de aleatoriedade, as cartas são escolhidas e possuem uma interpretação. E a partir disso, posso pensar a minha questão ou situação a partir de um prisma que talvez não me ocorresse pensar se não fosse aquela brincadeira. É assim que penso e sempre me divirto tentando fazer a interpretação das cartas.
Minha forma de tiragem preferida é o da cruz celta, representada na foto acima. São 10 cartas que se relacionam e sempre me oferecem possibilidades enormes de interpretação!

Para quem entende da coisa: essa tiragem acima foi feita pensando na minha situação atual relacionada a atividade profissional e as cartas, na ordem, são: Oito de espadas; cindo de ouros; seis de paus; sete de copas; O Eremita; Rainha de paus; A Justiça; Julgamento; nove de espadas; e A Estrela. Sintam-se livres para fazer interpretações! hahaha :)

Sou completamente apaixonada pelas ilustrações desse deck e pelo trabalho maravilhoso que a Paulina fez!

E aí? Vocês já conhecem alguma coisa sobre tarot? Também brincam com as cartas? Me contem! Adoro conversar sobre isso!

segunda-feira, 27 de outubro de 2014

As ilustrações lindíssimas de Alberto Cerriteño

Alberto Cerriteño é mexicano, atualmente mora em Portland - EUA. Conheci o trabalho dele por meio da revista Zupi. Fiquei logo apaixonada pela forma como ele usa as cores nas suas ilustrações. Às vezes bem saturadas, mas em tons um pouco mais fechados. Outras vezes bem apagadinhas.

Bem lindo também a quantidade de elementos nos fundos de algumas imagens e também a textura que ele usa nas suas criaturas. Dá vontade de ficar olhando um tempão, procurando detalhes, admirando.

É interessante que em alguns trabalhos, Alberto usa café como tinta! Pra que aquarela, minha gente?
Fica um marrom bem bonito e envelhecido. Dá pra diluir mais e obter tons diferentes. Achei o máximo!

Além de ilustrador, Alberto Cerriteño é também animador e designer! Vale a pena conhecer mais do trabalho dele. Para isso, basta clicar nos links abaixo!

Site
Blog
Flickr
Instagram
Behance

sexta-feira, 24 de outubro de 2014

Como fazer quadrinhos com bastidores - Constelações :)

No início do mês, a Gabi postou sobre a sua nova e linda tatuagem, homenageando seu signo. Ficou uma gracinha e super delicada (quem não viu, clica aqui!). E foi por causa desse post da tatuagem que conheci os pôsteres da Angelina Perdomo. Assim que bati o olho, morri de vontade de ter constelações desenhadas em algum canto. Não faria sentido pra mim ter uma tatuagem representando meu signo, pois não me ligo muito em astrologia. Mas, sou apaixonada pelo céu e por estrelas. Gosto de observá-las e sei reconhecer algumas poucas constelações.
Aproveitei que o tema do Desafio DIY do mês de Outubro é bordado, e lá fui eu correndo buscar bastidores, tecido azul marinho e linha dourada mega brilhante pra enfeitar meu quarto com constelações. Fotografei tudo pra vir depois contar pra vocês! Quem quiser aprender, é só seguir lendo! :)
Materiais

  • Bastidores;
  • Tecido azul marinho (talvez roxo bem escuro ou preto também fiquem bons);
  • Linha dourada;
  • Agulha e tesoura;
  • Cola universal para artesanato.
Prenda o tecido no bastidor e com um lápis macio ou um marcador pra tecido (desses que saem com o tempo ou com água), faça o desenho da constelação que você quer bordar. Eu escolhi Áries e Aquário: meu signo e o do namorado.

Para fazer começar o trabalho, fiz um bordado livre para as estrelas. O pontilhado, fiz usando o nó francês. Fotografei um passo a passo para quem não é familiarizado com os nomes.
Estrelas: É só fazer seis ou mais linhas se cruzando, como se fosse um asterisco. Não tem mistério.
Pontilhado: O nó francês é simples. Antes de furar o tecido com a agulha de volta para o lado de trás da peça, você deve dar três voltas com a linha na agulha. Deixa o fio bem tensionado e insira a agulha bem próxima do furo anterior. Vá puxando com cuidado até o final. Você vai ver a bolinha de fio se formando, bem bonitinha.

Agora é só continuar com o trabalho. Estrelas e pontilhados, até sua constelação estar pronta. Daí você arremata no verso da peça.
Agora, corte o tecido em volta,deixando aproximadamente um dedo de largura. Por fim, cole na parte de dentro do bastidor usando cola universal. Está pronto!

Para grudar na parede, usei aquela fita dupla face usada para colar quadros, espelhos e ganchos. Alguns chamam de fita banana.
E foi assim que ficaram os dois quadrinhos no meu quarto. Até pensei em colar naquela parede colorida. O contraste ficou bem bonito. Mas, fiquei com medo de a fita estragar a pintura, caso eu quisesse reposicionar os quadrinhos. Então, foi  para esse lugar que estava vazio e sem graça abaixo dos nichos com alguns dos meus livros. Quando entro no quarto, é uma das primeiras coisas que vejo. Estou apaixonada! <3

Gostaram? Quem ficou com vontade de fazer também levanta a mão!! o/

quinta-feira, 23 de outubro de 2014

Marcadores de livros para imprimir #2

Há algum tempo, postei aqui no blog uma coletânea de marcadores de livros para imprimir com vários marcadores que outros blogs tinham disponibilizado. Até hoje esse post tem um número de acessos considerável e imagino que, assim como eu, vários de vocês curtem marcar o livro que estão lendo com lindos marcadores, não apenas pedaços de papel que encontram pela casa (se bem que às vezes é o que tem, e aí vai ele mesmo e não tem problema nenhum! Hahaha).

Bom, foi por perceber esse interesse em comum que fiz essa segunda seleção de marcadores grátis para imprimir e juntei tudo aqui em um post só, com os devidos links para os blogs de origem. Vamos ver? :)
Esses maravilhosos são do The Pretty Blog, que de fato é um blog bonito - hehehe. Recomendo a visita. Você pode fazer o download clicando Aqui.

Quem não está familiarizado com inglês pode se perder nas instruções e estranhar esse formato. Explico: ele foi feito para ser um marcador magnético. Você pode usar folhas magnéticas encontradas em algumas papelarias ou reutilizar aqueles imãs promocionais que a gente sempre recebe de farmácias e pizzarias!
Esses com cores fortes e frases legais é do blog Alpha Mom. Em uma tradução livre, a mensagem de cada marcador é: "Comece lendo aqui" (azul claro); "Leia em seu próprio ritmo" (amarelo); "Faça as coisas 1 página de cada vez" (azul escuro). Para fazer o download, clique Aqui.
Achei esses umas gracinhas! Arco íris pra alegrar qualquer leitura. São do blog Miss Tiina, que frequentemente posta utilitários e disponibiliza para os leitores. Super vale dar uma passeada por lá. Se você quiser fazer download, clica Aqui.
Geeeeente, pra que tanta fofura em um marcador só? O que é esse dinossaurinhooo? Esse marcador é do blog Muy Molón, que também tem outros itens super maravilhosos para download, além de ser um blog lindíssimo! Quer essa fofurinha pra você? Clica Aqui.
Quando vi esses coloridinhos com estampa branca, fiquei apaixonadinha demais! São do blog Design Eat Repeat, e tenho que dizer: é um blog lindo que além de embalagens, marcadores, tem alguns pôsteres pra download também. Mas, como o negócio aqui é o marcador de livro, se você quiser esses pra você, clica Aqui.
Eeee! Chegamos ao final da seleção com o marcador mais fofinho de todos! Como pode, gente? Devia ser proibido, por apresentar sérios riscos de ataques do coração! Quase morri aqui.
Essa raposa tchutchuca é do blog Meteor Mermaid e você pode fazer o download clicando Aqui.

E agora quero ver todo mundo correndo para a gráfica mais próxima, ou pra impressora de casa e enfeitando, digo.. marcando os livros com esses maravilhosos! :)

Me diz aí.. qual é o seu preferido? Acho tão difícil escolher... quero todos! Hahaha